Tema Livre

TRABALHOS APROVADOS > RESUMO

Grupo Interdisciplinar de Prevenção/GIP á pacientes hipertensos: Uma experiência de educação em saúde

elaine fonseca amaral da silva, Luiz Aparecido Bortolotto, Heno Ferreira Lopes
INSTITUTO DO CORAÇÃO DO HCFMUSP - - SP - BRASIL

Grupo Interdisciplinar de Prevenção/GIP á pacientes hipertensos: Uma experiência de educação em saúde.

Silva, EFA; Bortolotto, LA; Lopes, H.

Introdução: A hipertensão arterial é uma doença crônica degenerativa de natureza multifatorial com alta prevalência na população mundial. O seu controle requer auto cuidado continuo para prevenir complicações futuras, com adoção de hábitos cotidianos saudáveis. O Grupo Interdisciplinar de Prevenção/GIP á pacientes hipertensos é uma proposta terapêutica de educação em saúde,com o objetivo de promover a prevenção de co-morbidades por meio de acolhimento, orientações, palestras educativas e atividades grupais em saúde. Objetivos: Traçar perfil sócio demográfico dos pacientes hipertensos acompanhados no GIP e divulgar proposta multidisciplinar em grupo de educação em saúde. Metodologia:Foram realizados 12 encontros de dois grupos composto por 11 participantesmatriculados em Ambulatório de Hospital de Terciário,de setembro a dezembro/ 2014. Os encontros aconteceram como parte do Programa de Residência de Prevenção e Terapêutica Cardiovascular sob a condução de 02 médicos, 01 Assistente Social, 02 residentes de Fisioterapia, 02 de Enfermagem, 02 Nutricionistas e 01 Psicóloga e 01 Farmacêutico. Foi ministrado palestra educativa com temas variados, relacionados à doença. Foi aplicado pelo Assistente Social questionário com questões fechadas para traçar perfil sócio demográfico.Resultados:Do total de 22 pacientes, 82% são mulheres, 68% católicos,idade entre 43a82  anos, 45% com ensino médio incompleto, 45% exercem atividade trabalhistacom renda familiar variando de 01 Sm a 10 Sm, e apresentam retaguarda familiar. Observou-se que a proposta de educação em saúdecom reuniões em grupo promoveu melhor compreensão dos participantes a cerca dos aspectos que envolvem a doença e suas comorbidades, e melhora significativa da adesão ao tratamento proposto.Conclusões: A educação em saúde por equipe multiprofissional, mostra-se eficaz para o ensino-aprendizagem e motivam a participação dos pacientes no tratamento da hipertensão arterial. Estas ações devem ser implantadas nos serviços de saúde, proporcionando acesso a informação, garantindo melhor qualidade de vida, sobrevida e produtividade, contribuindo com a diminuição de internações com excessivos custos econômicos, hospitalares e sociais ao país. 

Realização e Secretaria Executiva

SOCESP

Organização Operacional

Malu Losso

Organização Operacional Expositores

JA Eventos

Organização Científica

SD Eventos

Montadora Oficial

Estande Feiras e Congressos
Estrutural

Agência Web

Inteligência Web