Tema Livre

TRABALHOS APROVADOS > RESUMO

Redução dos valores de pressão arterial com o uso da monitorização residencial da pressão arterial associada à intervenção de ensino

Amanda dos Santos Oliveira, Eliana Cavalari Teraoka, Juliana Pereira Machado, Mariane Pereira Ribeiro, Jessica Camperoni, Ana Carolina Queiroz Godoy Daniel, Eugenia Velludo Veiga
EERP - Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto - Ribeirão Preto - SP - Brasil

Introdução

Com o objetivo de avaliar o efeito da associação entre o protocolo de Monitorização Residencial da Pressão Arterial (MRPA) e uma Intervenção de Ensino (IE) na redução dos valores de pressão arterial (PA), foi desenvolvido um Ensaio Clínico Controlado Randomizado. A população foi composta por hipertensos em seguimento há mais de 6 meses na unidade de estratégia de saúde da família, programa de atenção primária à saúde do ministério da saúde.

Metodologia

 

A amostra, composta por 80 sujeitos, foi randomizada e os grupos foram denominados de acordo com a intervenção a eles direcionada e que foi aplicada: grupo experimental 1 (G1) - que recebeu a associação das intervenções protocolo MRPA +IE; grupo experimental 2 (G2) - recebeu a intervenção IE, grupo experimental 3 (G3) - recebeu a intervenção protocolo MRPA, e grupo controle (G4) - não recebeu intervenção.

Resultados

Para avaliar o efeito da associação entre protocolo de MRPA e uma IE na redução dos valores de PA, este estudo foi desenvolvido com uma amostra (n=80) onde foi evidenciado o predomínio do sexo feminino (70.8%) e 65.1% são casados. A idade varia entre 23 a 75 anos, sendo que 33.7% têm entre 55 e 64 anos, seguidos de 26.2% com 75 anos ou mais; já 21.2% têm entre 45 e 54 anos e 18.7% possui de 23 a 44 anos.Os grupos G1, G2, G3 e G4 mostraram-se homogêneos em relação à média dos valores de PA, tanto para a PAS como para a PAD. A tabela 1 ilustra a variação da média de PA dos grupos estudados, segundo intervenção realizada, comparando os valores pré intervenção com os valores pós intervenção.

Os valores médios de PAS não diferiram entre os grupos, e quando comparados antes (PAS1) e após (PAS2) a intervenção, observou-se redução nos grupos 1 e 3, evidenciando que a associação da MRPA com a IE coincidem com redução dos valores de PA dos participantes.

 

            Com relação aos valores da PAD, os valores médios também foram menores após as intervenções. A maior redução foi evidenciada no grupo 1, seguida do grupo 3 e por último o grupo 2, mostrando que as intervenções tiveram efeito positivo sobre os valores de PAD (tabela 2). 

Evidenciou-se que o efeito da associação entre o protocolo de MRPA e uma IE na redução dos valores de PA, foi positivo, e favoreceu a diminuição dos valores de PAS e PAD em hipertensos estudados.

Conclusão

A MRPA associada à uma intervenção de ensino, básica, convencional, que discute com o paciente seu quadro de saúde-doença relacionado à HAS, se mostrou efetiva para a redução dos valores de PA e contribui significativamente para o controle da HAS.

Realização e Secretaria Executiva

SOCESP

Organização Operacional

Malu Losso

Organização Operacional Expositores

JA Eventos

Organização Científica

SD Eventos

Montadora Oficial

Estande Feiras e Congressos
Estrutural

Agência Web

Inteligência Web